Curso de Conservação Preventiva de Bens Culturais

Vinte e duas instituições museológicas do oeste catarinense participaram do “Curso de Conservação Preventiva de Bens Culturais”, realizado pelo Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Cultura, com recursos do Prêmio Elisabete Anderle de Apoio à Cultura∕Patrimônio Cultural – Edição 2019. A capacitação foi efetivada em duas etapas, totalizando 24 horas de curso: 20 e 21 de maio (1ª etapa) e 31 de maio e 01 de junho (2ª etapa).

            A proposta aprovada no edital foi em formato presencial. No entanto, devido à pandemia do Covid 19, foi adaptado para o formato online. As aulas teóricas e práticas foram ministradas pelo museólogo e pela diretora do Museu ao Ar Livre Princesa Isabel de Orleans, Idemar Ghizzo  e Valdirene Böger Dorigon, com foco em conservação preventiva de acervos fotográficos, acervos têxteis, acervos em madeira e acervos em metal. O curso foi coordenado pelas historiadoras Elisandra Forneck e Aline Maisa Lubenow, em parceria com o Centro de Memória Alfa/MaxiCrédito – CEMAC e o Centro de Documentação do Centro de Memória do Oeste de Santa Catarina – CEOM/Unochapecó. As transmissões foram realizadas direto do Laboratório de Conservação e Restauração do  Museu ao Ar Livre Princesa Isabel. Cada participante recebeu um kit de materiais para o curso e um livro sobre conservação e restauração.