Elói Frazzon

Natural de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Elói Frazzon nasceu em 28 de novembro de 1942. Formou-se em agronomia na Universidade Federal de Santa Maria no ano de 1969. Ingressou na Associação de Crédito e Assistência Rural do Estado de Santa Catarina – ACARESC (hoje Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina – EPAGRI) como extensionista rural em 1970, atuando em Abelardo Luz, no oeste catarinense.  Em 1971, ajudou a fundar uma cooperativa em Abelardo Luz. Em 1973 foi promovido a coordenador de cooperativismo da região. Em 1974, foi convocado a trabalhar em Chapecó. Na coordenação de um projeto chamado Programa Integrado de Desenvolvimento das Cooperativas do Oeste – PROESTE, que tinha como objetivo promover a união de pequenas cooperativas, ajudou na união da Cooperchapecó e da Cooperxaxiense em 1974, que deu origem a Cooperalfa.  Em 1976, foi chamado por Aury Luiz Bodanese para atuar na coordenação do Departamento Técnico da Cooperalfa. Trabalhou na cooperativa durante 29 anos, orientando equipes de assistência técnica, educação cooperativista e também coordenando a fase da industrialização. Desligou-se da Alfa em 2005, para se dedicar exclusivamente à presidência do Sicoob MaxiCrédito.  Com uma vida dedicada ao cooperativismo, também se envolveu na criação da Credialfa em 1984. Segundo vários colegas, foi um dos maiores incentivadores do fortalecimento e expansão da mesma. Já no primeiro ano de sua criação, em 1985, assumiu a presidência, onde permaneceu até 2016. Em entrevista concedida ao Centro de Memória Alfa/MaxiCrédito – CEMAC, em 2016, Frazzon lembrou: “Quando criamos a Credialfa, teve um banco que não gostou muito. Então, buscamos financiamento com um banco estadual e com bancos privados. A Alfa tinha condições de apoiar a Credi para que ela tivesse capilaridade para o crédito rural. Com tantas filiais, tinha mais facilidade de chegar no agricultor. Com o tempo, a Credialfa se tornou de Livre Admissão, permitindo a associação de qualquer pessoa.” Frazzon reside atualmente em Chapecó. Casado com Lúcia Morosini Frazzon, tem três filhos: Enzo, Andréa e Giovani ( em memória).