Reni Bagatini

Terceiro filho de oito irmãos, Reni Bagatini nasceu em 24 de novembro de 1945, em Encantado, RS. Filho de Felipe José Bagatini e Anita Potrich Bagatini, Reni casou em 1974 com Lezita Terezinha Batiston, com quem teve três filhos: Luciano, Mhárcia e Michele. Tem cinco netos e mora em Chapecó. Formado técnico em contabilidade, trabalhou na Cooperalfa durante 30 anos, de 1974 a 2004. Foi secretário do Sicoob MaxiCrédito entre 1984 e 2008. Bagatini foi responsável por organizar os estatutos e questões burocráticas que envolveram sua criação e hoje é associado delegado.  Bagatini conta que foi Pergentino Grando quem o indicou para participar da Credi, cedendo-lhe a conta número 3. “Eu encaminhei toda a papelada burocrática para a fundação da Credi. Nos primeiros anos, todas as atividades da Credi eram feitas no setor financeiro da Alfa. Carinhosamente, a Credi era chamada de ‘banquinho”. Embora fundada em 1984, a Credialfa iniciou sua operação oficial em 1985. “Lembro bem que, com a extinção do BNCC, a gente trabalhava em convênio com o BESC”. O momento que mais me deixou feliz foi quando autorizaram a livre admissão. “Ali, percebemos que a cooperativa realmente cresceu. Foi o ponto chave na história da Credi”.  Bagatini comenta que até hoje tem dinheiro depositado lá e não tenho medo de perder. “As taxas são facilitadas e o contato do associado com a diretoria é bem mais franca que dentro de um banco. Em cooperativas você tem mais contato direto com as pessoas. Isso é o diferencial. Um ponto marcante para mim foi a continuidade do sistema, ver crescer tanto. Houve um crescimento continuo e seguro”.