O Poeta de Cordel – Para nunca mais esquecer

Dia 19 de maio, quarta-feira, é o aniversário de Vicente Morelatto, o poeta, professor que morreu em 1954 aos 26 anos de idade, em situações nunca investigadas, autor do livro ‘Incêndio da Igreja de Chapecó e o Linchamento dos Quatro Presos”. Em sua homenagem neste dia será realizado pela Margot Filme e Editora Editora o lançamento da publicação “O Poeta de Cordel”, através do prêmio Edital de Fomento e Circulação das Linguagens Artísticas de Chapecó/2020.

O “Poeta de Cordel” é título do curta-metragem dirigido por Cassemiro Vitorino e Ilka Goldschmidt em 2019. O documentário retoma a história de Vicente Morelatto, que em 1953 publicou um livro que revela detalhes da história que marcou para sempre a cidade de Chapecó. Morelatto levou três anos para escrever os 120 versos que compõem o cordel, conforme consta na capa da obra original.

Na época, entre 1953 e 1954, o professor entregou os originais à uma gráfica local para a impressão de 400 exemplares. Destes, menos de 100 chegaram às mãos da população. Segundo relatos de moradores, os demais foram confiscados e queimados.

O filme faz um percurso narrativo em espaços que Vicente viveu, com pessoas que acompanham sua atuação e presença antes e após a morte. Esse percurso é costurado com imagens da produção dos mais de mil fac-similares feitos a partir do livro original. Uma das cenas do filme exibe um imenso varal de cordel com os livros pendurados na praça central de Chapecó enquanto se ouve o Grupo Vertigem de Ações Poéticas lendo os versos para o público. Os livros que não foram distribuídos nesta ocasião, ficaram guardados para uma edição especial que será lançada agora.

“O poeta de cordel” também dá título à publicação, idealizada pela editora, artista e designer Gabi Bresola, que em uma edição especial terá 200 exemplares numerados e versão digital para acesso e distribuição gratuitas. A publicação reúne 1 pen card com o documentário de curta-metragem “O poeta de cordel”; 1 fac-similar do livro “A história do incêndio da Igreja de Chapecó e o linchamento dos quatro presos”, de Vicente Morelatto impresso em tipografia; 1 livreto com textos da equipe e de convidados e a versão sonora do livro de Morelatto, e 1 vídeo de making of da produção em tipografia, intitulado “A Gráfica”, embalados em um envelope anti-chamas. Antichamas como alegoria para afastar o fogo — esse artifício que em inúmeros momentos foi usado para consumir testemunhos da história.

Foram convidados para compor este documento a professora e pesquisadora Dra. Monica Hass, autora do livro “O Linchamento que todos querem esquecer” publicado inicialmente em 1999 pela Editora Argos e que já conta com três edições. O texto de Monica Hass apresenta o contexto político em que se deu a Queima da Igreja e o Linchamento. Também convidados, Thiago Cinti e Fernando Vojniak contribuíram com a publicação a partir de um estudo sobre a literatura de cordel manifestada por Morelatto no oeste catarinense.
A publicação foi editada pela Editora Editora junto com a Margot Filmes. A versão impressa de 200 exemplares numerados e a versão digital para acesso terão distribuição gratuitas. O lançamento da publicação será no dia 19 de maio, às 19h quarta-feira, pelo canal do Youtube da Margot Filmes.

SERVIÇO:
Lançamento de “O poeta de cordel – a publicação”
Quando: quarta-feira, 19 de maio, às 19 horas, pelo YouTube da Margot Filmes.

Mais informações:
https://www.margotfilmes.com.br/
https://www.facebook.com/margotfilmes
https://www.instagram.com/margotfilmes
https://www.instagram.com/editoraeditora_/

COMO CONSEGUIR A PUBLICAÇÃO
A publicação será distribuída gratuitamente.
Devido a baixa tiragem da versão impressa, o plano de distribuição priorizará acervos, bibliotecas e instituições públicas de diferentes regiões brasileiras. A versão digital de todos os itens da publicação estará disponível, no dia 19/05, para acesso e download gratuitos no site.


Informações: Margot Filmes

Fotos: Louis Radavelli e Gabi Bresola

Link para a matéria original: https://barrigaverdenoticia.com.br/o-poeta-de-cordel-para-nunca-mais-esquecer/