Deoclécio Morás

Deoclécio Morás nasceu em Xaxim, no dia 31 de março de 1946. Ele é o sétimo dos quatorze filhos de Balduíno Morás e Modesta Tesser Morás, chegados a então Vila Xaxim, hoje município,  em 1934.  Em 1950, Balduíno foi um dos fundadores da Cooperxaxiense, que se uniu a Cooperchapecó em 1974, formando a Cooperalfa. Casou em 1967 com Hilda Teresinha Corbelini, com quem tem três filhos: Adair, Adriano e Adam.
Deoclécio fez parte do conselho de administração da Cooperalfa entre 1981 e 1997.  Na mesma cooperativa, foi responsável pela indústria de farinha de milho, pelo setor de transportes e coordenou a implantação do posto de combustível externo.  Foi um dos chamados por Aury Bodanese para participar da criação da Credialfa. “O Aury falava que a gente precisava fundar um banco cooperativo, usar nosso próprio dinheiro, segurar aqui em vez de colocar nos outros bancos. Fizemos várias reuniões, até que resolvemos fundar a cooperativa. No início, eram os funcionários da Alfa que faziam todo o trabalho da Credi.”  Deoclécio lembra ainda que a maioria das pessoas associavam-se por acreditarem em Aury Bodanese. Para Morás, a livre admissão de associados foi o ponto fundamental para o crescimento da Credi. Isso fez com evoluísse de uma maneira impressionante. “Eu imaginava que, em 2020 a gente tivesse 100 mil associados. Mas, se continuar assim, teremos o dobro!”. Com a conta número 19, Deoclécio é associado delegado da MaxiCrédito, e fez parte do conselho de administração entre 2000 e 2012. Reside em Xaxim, onde trabalha como agricultor.